quinta-feira, 10 de setembro de 2009

BEM ME QUER OU MAL ME QUER


A selecção de Portugal lá conseguiu ganhar um jogo, contra a hungria, e continua a fazer contas para ver se chega à Africa Do sul para disputar a próxima copa do mundo. Nos ultimos dois jogos, depois do alarido que se arranjou por causa da convocação de Liedson para a selecção nacional portuguesa, acabaram por ser precisamente Liedson, contra a Dinamarca, e agora Pepe, outro luso brasileiro, contra a Hungria, a ajudar a preservar a esperança que ainda resta a selecção, de poder ir disputar os play off e fazer parte do grupo das melhores selecções do mundo.
É curioso que não existe muita contestação sobre a participação de jogadores naturais de Cabo Verde, Angola, ou Moçambique, naturalizados portugueses, na selecção portuguesa de futebol. No entanto, quando se trata de jogadores oriundos do Brasil, gera-se sempre muito ruído sobre a questão.
Será que isso acontece porque os portugueses aceitam melhor os que eles entendem ser os melhores representantes das ex-colónias africanas? Ou será que é porque entendem que os brasileiros que participam na selecção Portuguesa só o fazem por não ter lugar na selecção canarinha, e por esse facto,recorrem à selecção portuguesa?
Apesar de na prespectiva de alguns portugueses poder parecer desprestigiante ter que ficar com as sobras do Brasil, que já foi colónia do império potuguês, fico com a impressão que, em ambos os casos, os jogadores só estão a pensar na visibilidade que essa sua decisão pode dar à sua carreira profissional e não em representar o seu país de cidadania.

1 comentário:

djoyamado disse...

Baluka, para completar, quem cruzou a bola foi o DECO!!

Ta Sumara Tempo

A minha foto
Praia, Ilha de Santiago, Cape Verde

Jasmine Keith Jarret

Jasmine Keith Jarret

Arquivo do blogue